O verão e os animais : todo cuidado é pouco

Facebook Twitter Google + Pinterest Linkedin Reddit
O verão e os animais : todo cuidado é pouco

verão e os animais :As altas temperaturas que acompanham o período de férias são um convite para uma viagem em família. No entanto, os pets necessitam de cuidados especiais para enfrentar o passeio e o calor excessivo.

A praia é o principal destino da maioria das famílias brasileiras, que optam pelo frescor da maresia para desfrutar as férias nos próximos meses. Porém, a chegada do verão exige cuidados especiais com os animais, conforme explica a veterinária da Hercosul, Laís Alarça.

“A primeira coisa que a família precisa saber é se o animal está 100% saudável para enfrentar uma viagem. Por isso, é importante que ao longo do ano o cãozinho vá ao veterinário para realizar um checkup e consultas de rotina. Além de estar com as vacinas em dia, claro”, conta.

Além disso, para transportar o animal, a especialista indica que o mesmo não se alimente muito antes de viagens de carro, pois pode passar mal. O ideal é fornecer o alimento 4 horas antes da viagem.

“A água deve ser dada em pequenas porções, também para evitar que o animal se sinta mal. Durante a viagem, paradas de duas em duas horas é aconselhável para que o pet possa correr e fazer as possíveis necessidades”, recomenda.

Durante a estadia longe de casa, Laís indica que a alimentação deve ser a mesma que ele está acostumado, mas explica que é comum o cão comer um pouco menos no verão. A água é um componente fundamental para os animais durante as férias e deve ter atenção especial.

“A hidratação evita uma série de transtornos para a saúde dos animais, principalmente nesse período de calor excessivo. É fundamental que os pets tenham sempre água fresca e os potes limpos. Verificar a temperatura da água também é importante, visto que costuma esquentar com o calor. Distribuir vasilhas com água pela casa pode ser uma boa pedida. Para os cães que costumam caminhar com seus donos, o ideal é que a cada 30 minutos eles parem para tomar água.

Deve-se evitar passeios nas horas mais quentes, ou seja, das 10h às 16h mantenha o animal protegido do calor. Para refrescar o pet, Laís receita algo bem simples: mantenha-o limpo! Os banhos podem ser dados semanalmente, tomando o cuidado para utilizar um shampoo especifico para não agredir a pele.

“Colocar algumas pedrinhas de gelo no pote de água do cão, além de refrescar a temperatura da água, ainda se torna uma brincadeira divertida para o cãozinho e garante seu bem-estar. Outra opção é congelar os alimentos úmidos (como patês e sachês) em forminhas de cubo de gelo”, conta.

Ainda sobre o passeio dos pets, a recomendação é clara: não arrisque a saúde do animal, pois a praia esconde grandes riscos tanto na areia como no mar. Além de parasitas e outros problemas desse tipo, os bichinhos sofrem com lesões de pele e alergias. Os ouvidos também incomodam com a umidade oriunda da praia, portanto, passeie com seu cachorro em outros lugares longe da orla.

Além disso, é importante atentar para sinais de doenças comuns nessa época do ano como micoses, piolhos, sarnas e parasitas de pele. “Procure um veterinário se o seu animal apresentar diarreia ou vômito”, acrescenta.

 

 

-AgoraVale

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *