Novo estudo desmente que donos de gatos tenham maior risco de ter doenças mentais

Facebook Twitter Google + Pinterest Linkedin Reddit
Novo estudo desmente que donos de gatos tenham maior risco de ter doenças mentais

doenças mentais – Gatos sofreram ao longo da história da humanidade diversos preconceitos e foram envolvidos em diversos mitos que, até hoje, infelizmente, fazem com que algumas pessoas alimentem desconfiança e rejeição ao animal.

Donos de gatos têm doenças mentais?

Por causa de um parasita chamado Toxoplasma gondii, encontrado no solo e que se reproduz em tratos digestivos de gatos, os felinos foram considerados perigosos por poderem aumentar os riscos de doenças mentais entre seus donos. Um recente estudo publicado pelo Psychological Medicine, no entanto, desmente o fato e garante que o pet não traz qualquer prejuízo ao ser humano.

A pesquisa, realizada com quase 5 mil pessoas, não encontrou provas de que o fato de ter um gato em casa seja capaz de tornar as pessoas suscetíveis a esquizofrenia, psicose e outros sintomas de doença mental causados pelo parasita.

Mulheres grávidas podem conviver com gatos?

Gestantes normalmente são advertidas a permanecerem distante dos gatos porque, infectadas pela toxoplasmose, causada pelo parasita, poderiam sofrer aborto ou mesmo prejudicar a formação do feto. Mas o estudo também mostrou que a posse de gatos durante a gravidez ou na primeira infância não representa um risco direto para sintomas psicóticos posteriores.

Para que a grávida, ou qualquer outra pessoa, corra o risco de ser infectada por toxoplasmose, ela teria que ingerir as fezes de um animal que carrega o parasita, ou seja, são mínimos os riscos reais de contaminação.

Por fim, o trabalho científico afirma que, uma vez controlados fatores como a superlotação familiar e status socioeconômico, os dados mostraram que os gatos não poderiam ser culpados pela doença.

 

 

-vx

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *