Hamster, dicas e cuidados

Facebook Twitter Google + Pinterest Linkedin Reddit
Hamster, dicas e cuidados

Hamster é um bichinho muito fofo, né… Quem já não viu em filmes, desenhos e afins esses pequenos roedores, geralmente acima do peso, roendo literalmente tudo que encontram de comida? Pois é, agora falando sério, são animais de pequeno porte, que exigem pouco espaço, o que torna a opção ideal para quem mora em apartamentos, mas claro que requer alguns cuidados – isso não tem como escapar – como todo animal de estimação, né!

Pesquisei algumas informações bem importantes para quem está pensando em ter um, mas é legal ir atrás de mais informações, principalmente com quem tem ou já teve um em casa, pois certamente terá experiências pra dividir com vocês!

Pra começar, informações de profissionais:

  • Os Hamsters são roedores pertencentes á subfamília Cricetinae, que contêm cerca de 18 espécies diferentes.
  • Dessas, cinco são domesticadas e vendidas como animais de estimação.
  • O seu nome vem do alemão “hamstern”, que significa “guardar”, uma vez que muitas espécies possuem bochechas dilatáveis na qual eles carregam comida e forragem para serem guardadas em sua toca.
  • Em seu habitat, eles vivem em tocas subterrâneas durante o dia para evitar serem capturados por predadores.
  • A sua dieta contém uma grande variedade de alimentos, como frutas, nozes, vegetais e insetos.
  • Todas as espécies possuem grande dentes incisivos que estão em constante crescimento e necessitam estar sempre roendo algo para evitar que cresçam demais.
  • São pequenos e com a pelagem variada, com cores entre cinza, caramelo, branco, preto e malhado.
  • São roedores muito sociáveis, mansos e muito ativos.

Se você escolher ter um desses em casa, observe alguns cuidados que terá de incluir na sua rotina:

Cuidados com a limpeza e escovação do animal: São dispensáveis banhos em seu animal. A não ser que ele esteja realmente muito sujo e mal-cheiroso, você pode passar uma toalha úmida sobre ele e depois secá-lo usando outra toalha. Atenção: nunca passe talco ou sabão em seu hamster ou molhe sua cabeça!
A escovação em hamsters não é muito importante, apenas deixa-o mais bonito e pode limpar seu pêlo. Ele também pode gostar que você escove suas costas. Use uma escova de dentes com cerdas macias (pode ser uma não usada mais) e não use água.

Cuidados com as unhas e dentes do hamster: Os dentes dos hamsters crescem continuamente, sem parar. Por isso, a ração dada aos hamsters deve ser dura, para que eles gastem seus dentes. Ela deve incluir sementes, grãos e pedaços de biscoito para cachorro duros. Também é recomendável dar galhos de árvores frutíferas para eles roerem ou outros acessórios especiais que podem ser encontrados em alguns Pet Shops.
As unhas dos hamsters podem incomodar um pouco quando você for segurá-lo. Se elas estiverem muito grandes e estiverem arranhando muito, você pode forrar uma parte da gaiola com lixas para que ele apare as unhas ou então pode levar a um veterinário especializado para o corte das mesmas.

Cuidados com o local onde a gaiola vai ficar: A gaiola deve ficar longe de correntes de ar intensas. É recomendável ficar no interior de cômodos onde a janela fique fechada, nunca na parte externa.
A gaiola deve ficar longe da exposição solar.
A gaiola deve ficar longe de tintas, produtos de limpeza e combustíveis que exalem um cheiro muito forte. Isto pode acarretar alergias e doenças.

Cuidados diários: Mantenha sempre água fresca, limpa e abundante à disposição do animal.
Renove sempre a quantidade de comida do hamster.
Mantenha sempre à disposição do hamster papel higiênico sem cheiro e/ou algodão para que ele construa seu ninho.

Cuidados semanais: Troque a serragem e lave as partes principais da gaiola e seus acessórios com sabão neutro e água. Os potes de água e comida devem ser limpos somente com água.
(Caso queira manter a gaiola sempre com cheiro agradável, essa troca pode ocorrer mais de uma vez por semana)

Cuidados mensais: Troque a serragem e dê uma lavada rigorosa em toda a gaiola com sabão neutro e água. Os potes de água e comida devem ser limpos somente com água.

Quando for pegá-lo para brincadeiras: Antes de segurar seu hamster, lave sua mão com sabão neutro. Se sua mão tiver cheiro de comida, seu hamster pode mordê-lo acidentalmente, pois a visão deste roedor é muito ruim.
Segure-o em cima de uma mesa ou em locais baixos para que no caso de seu hamster cair não haja ferimentos.
Não segure-o demais. Volte-o na gaiola algum tempo depois, para que ele não fique irritado.
Hamsters do tipo anão russo e roboroviski são caracterizados pela grande atividade. É difícil portanto segurá-lo pois ele pode pular da sua mão, o que pode ser fatal. Evite portanto segurá-lo por muito tempo e deixá-lo na mão de crianças.

Quando for soltá-lo para passeios:
 Solte-o em locais onde não existam riscos de choques elétricos, quedas, queimaduras, etc. Fique sempre vigiando o hamster para que ele não entre em locais inacessíveis, onde você não poderá pegá-lo depois.
É recomendável usar uma pequena coleira para evitar que ele fuja ou rodas de exercício do tipo esfera, onde ele poderá andar sem risco de entrar em locais pequenos ou se acidentar. Se não tiver esses dois acessórios, tome o máximo de cuidado possível.
Solte-o dentro de casa, em quartos por exemplo. Não solte-o no quintal ou fora de casa. Você terá poucas chances de recuperá-lo depois.

Bem, são algumas informações que podem tanto ajudar na decisão quanto esclarecer dúvidas de quem já tem um hamster em casa! Acho que dá para ter uma boa ideia de como é ter um animalzinho desses em casa! Dá trabalho sim, exige tempo e dedicação também, como todos os outros bichinhos de estimação e a gente tem que ter essa disponibilidade para eles, do contrário, é melhor não tê-los!

Agora, que são umas fofuras, isso não tem como negar!!!

 

Via: Casamenteiras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *