Gatos / Alergias

Gatos / Alergias

Complexo Granuloma Eosinofílico

Esse complexo é caracterizado por lesões de pele e/ou mucosa nos gatos com aumento do número de eosinófilos (um tipo de célula de defesa) visto no exame de citologia ou biópsia dos tecidos afetados.

Existem três doenças que se enquadram no complexo, que são: granuloma eosinofílico propriamente dito, úlcera eosinofílica e placa eosinofílica.

Por causa das três diferentes formas, alguns autores preferem chamar o complexo de “dermatose eosinofílica” ou “lesões eosinofílicas”.

A principal causa dessas doenças é a alergia. Pode ser à picada de insetos, pulgas, alergia alimentar ou atopia, mas agentes externos como fungos, sarnas e bactérias também podem contribuir para o surgimento das lesões.

Alergia alimentar

A alergia alimentar é uma doença quase sempre dermatológica, pois os gatos que apresentam essa condição têm lesões na pele, falhas na pelagem e coceira, que costuma ser de moderada a severa, especialmente na face dos gatos.

Alguns animais podem ter outros sintomas, como vômitos, diarreia e, mais raramente, problemas respiratórios.

Toda alergia é causada pelo que chamamos de alérgeno, que é algo externo que desencadeia o processo de alergia no corpo, seja no do gato, do cão ou do homem. Os alérgenos mais conhecidos, e que podem causar outros tipos de alergia, são os ácaros, poeira e medicamentos. Quando se trata de alergia alimentar, o alérgeno é o alimento.

Alergias Respiratórias

As Alergias Respiratórias são causadas pelas partículas que ficam suspensas no ar, pelo pólen das flores que irrita os pulmões, por.fumaça, cuidado também com os purificadores de ambientes e perfumes que podem causar alergias associadas a respiração são associadas ao sintomas asmáticos. O tratamento se faz com anti-histamínicos e nos casos mais graves trata-se com corticoides mas estes podem dar efeitos colaterais.

As alergias de contato podem se manifestar com o contato do gato com substâncias que ele não tolera, podendo ser uma plantas, madeiras, poeiras, tinta do jornal, carpetes, tecidos sintéticos e outros materiais. Tenha atenção aos primeiros sinais de dermatites, erupções na pele, que ocorre no queixo, no abdômen, nas unhas, axilas, nas orelhas.

Muito cuidado com os medicamentos, nada de fazer uso de remédios sem antes consultar um veterinário, os gatos costumam ter muitas alergias a remédio, principalmente com antibióticos, anestesias, penicilinas. Os gatos tem muitas restrições quando falamos de remédios, em alguns casos os gatos podem chegar a óbito. Normalmente a reação a remédio, são vômitos, febre, diarreia, desidratação, falta de apetite, ou seja nunca dê remédio a um gato por conta própria, e mesmo quando der um recomendado pelo médico veterinário fique atento aos sintomas que o gato apresentar.

Outro tipo de alergia muito comum em gatos, é a picada de pulgas, e conforme o gato vai ficando mais velho, a sensibilidade as picadas vai aumentando.

Mas uma alergia muito séria, que também pode matar o bichano é ao comer tipos de alimentos humanos. É ideal que o animal coma apenas sua comida, pois comer o que nós humanos comemos é perigoso para o animal. dando reações desde coceiras, passando por diarreias, queda de pelos, inflamação nos ouvidos.

Depois de ler tudo isso sobre alergia de gatos, fique atento para qualquer sintoma que seu bichinho apresentar. Em gatos a alergia normalmente não tem cura, ela é apenas administrada para que não volte, ou seja, deve-se evitar que o animal entre em contato com aquilo que lhe dê alergia. Portanto, atenção e cuidados é fundamental na criação dos seus bichanos.

Alergias de contato

Se manifestam quando o gato tem contato prolongado com alguma susbstancia que não tolera. Como por exemplo:
Plantas, especialmente as de folhas oleosas, Limpa-tapete, madeira, poeira doméstica, jornal, carpetes, comedouros plásticos (acne felina), lã, alguns tecidos sintéticos, entre outros.
Sinais de contato com alérgeno: Dermatite, mudanças de pigmentação ou erupções na pele. Ocorrência mais comum no queixo, orelhas, dobras de pele, abdomen, sob as unhas, axilas e ao redor do ânus.

Alergias à drogas e medicamentos

Alguns gatos reagem mal a certas drogas como antibióticos e anestesia.
Medicamentos que podem causar erupções de pele: penicilina, tetraciclina, neomicina, vacina para panleucopenia.

Cada droga causa sintomas diferentes, e os sintomas diferem de gato para gato. Não há como predizer como um gato reagirá.

Antihistamínicos ou corticosteróides são usados para eliminação dos sintomas de alergia, após a parada do uso da droga.

Alergia à pulga

A mais comum. Conforme o gato envelhece, a sua sensibilidade à picada de pulga aumenta.

Alergia à comida

Entre 5 e 10% das causas de alergias..
Assim como as alergias por contato, a alergia à comida se manifesta como dermatite e intensa coceira, mas em alguns casos pode ocorrer vômito e diarréia.
Também pode apresentar oleosidade excessiva na pele, inflamação de ouvido ou queda de pêlo.
Gatos tem alergia alimentar, não tanto com relação as substâncias químicas preservativas, mas aos grãos, carne e laticínios usados na sua fabricação.
A alergia à comida não aparece do dia para a noite. Pode levar de 1 a 10 anos de exposicão para ocorrer. Mais de 80% dos gatos com alergia alimentar ingeriu o alérgeno por mais de 2 anos.
Teste para alergia alimentar deve ser feito em gatos com qualquer sinal crônico de alergia, incluindo a Dermatite Miliar e Complexo Granuloma Eosinofílico. O teste é feito simplesmente oferecendo uma única fonte de proteína que o gato ainda não tenha comido antes. Já existem rações hipoalergênicas, a base de ovelha, coelho e outras carnes que não são normalmente utilizadas na fabricação de ração para gatos. Após 8 semanas já se pode dizer se o animal é ou não alérgico.

Dermatite Miliar

É caracterizada por pequenas lesões descamativas, pruriginosas e agrupadas, geralmente ao redor do pescoço. Pode ocorrer por micose, alergia à pulga, alergia alimentar, leucemia felina, doenças imuno-mediadas, entre outras. A causa mais comum dessa dermatite é a alergia à pulgas.

Dermatite Úmida

Ocorre quando uma área de tecido foi lesionada por prurido excessivo. Qualquer condição que cause prurido no animal, pode levar a uma dermatite úmida. Ela ocorre rapidamente e se expande para uma grande área de tecido. Pode ocorrer pioderma, que é a inflamação da pele.
As partes mais acometidas são os posteriores e os lados da cabeça.
Ela é muito dolorosa e requer tratamento imediato para evitar maiores complicações.