Como tratar uma aranha caranguejeira

Facebook Twitter Google + Pinterest Linkedin Reddit
Como tratar uma aranha caranguejeira

A aranha caranguejeira, conhecida também como tarântula, é uma espécie de aranha de grande porte e corpo peludo. Medem em média 20 cm, podendo atingir 30 cm. O seu pelo é revestido de pelos de cor marrom, têm patas longas e duas garras. Esta espécie de aranha pode ser encontrada em países da África, Ásia e América. Apesar da sua aparência assustadora, elas são criadas em muitos países como animais de estimação. Se gosta de animais exóticos e está a pensar em adquirir uma tarântula, não perca este artigo de umComo.com.br em que lhe explicamos como tratar uma aranha caranguejeira.

 

Instruções


  1. Existem várias espécies de tarântulas, mas as mais dóceis e recomendadas para pessoas que nunca tiveram este bichinho como animal de estimação são a caranguejeira negra do Brasil e a rosa chilena. Estas duas espécies pode chegar até aos 30 cm e viver até 20 anos.

  2. Para ter uma tarântula em casa, você precisará de uma estrutura fechada de plástico ou de vidro. Pode utilizar um aquário, um tanque ou qualquer outra estrutura específica para tarântulas à venda em lojas de animais. Certifique-se apenas que a estrutura é fechada em cima, para a aranha não fugir, mas também deve garantir que existe ventilação suficiente. Verifique se os oríficios da ventilação não são demasiado grandes, pois a caranguejeira poderia passar por aí. Para evitar que a sua tarântula fuja, pode cobrir estes espaços com tela. Não se preocupe pois a tela não irá diminuir o fornecimento de ventilação.

  3. Você deve preencher o aquário ou tanque da sua tarântula com um bom substrato. A vermiculite é a melhor opção para a maioria das espécies.Deve colocar entre cerca de 3 a 4 centímetros de substrato.

  4. Pode decorar o aquário da sua tarântula com alguns elementos decorativos, como partes de conchas, plantas falsas, pedaços de madeira ou pedaços de vaso quebrado. Para além de decorarem o ambiente da tarântula são um ótimo esconderijo para ela e, será onde ela passará a maior parte do seu tempo.

  5. A água é bastante importante para a sua tarântula, por isso deve colocar uma pequena vasilha com água dentro do seu aquário. Deve também borrifar água em cima do substrato entre 3 a 4 vezes por semana, para deixar o ambiente da tarântula úmido. Caso a sua tarântula tenha uma necessidade maior de umidade, poderá cobrir as aberturas da ventilação com um pano úmido em vez de tela.

  6. Quanto à alimentação da tarântula, esta vive alimentando-se de animais vivos. Pode dar-lhe grilos, baratas, cupins, anfíbios e filhotes de camundongo, estes últimos são normalmente mais apreciados por aranhas maiores. Deve alimentar a sua aranha entre 3 a 4 vezes por semana, se ela ainda for jovem. Caso já seja adulta, dar-lhe comida uma vez por semana bastará. Normalmente, a quantidade de comida a ser dada corresponde ao tamanho do abdômen da tarântula.

  7. À medida que a tarântula cresce, ela vai mudando de pele. Durante a fase de mudança de pele, a caranguejeira pára de se alimentar por alguns dias e deita-se de costas para mudar de pele. É importante que, durante este processo, retire todo o alimento do seu aquário, uma vez que pode ser atacada por estes animais. Após a mudança de pele, você verá que dentro do aquário haverá os pedaços de pele que ela perdeu, se quiser pode jogá-los fora. Após 3 a 5 dias, já pode dar-lhe alimento.

  8. Este artigo é meramente informativo, e não temos a capacidade para receitar nenhum tratamento veterinário nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamo-lo a levar o seu animal de estimação ao veterinário no caso de ele apresentar qualquer tipo de condição o mal-estar.


    • Todas as espécies de aranhas caranguejeira podem morder, especialmente se se sentirem ameaçadas. No entanto, o seu veneno é pouco tóxico para humanos, podendo apenas causar danos maiores caso haja uma reação alérgica.
    • Quando crianças estiverem perto da aranha caranguejeira ou observando-a, você deve ter cuidados redobrados.

Via: UmComo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *