Aves / Dúvidas Frequentes

Aves / Dúvidas Frequentes

Qual é o melhor tipo de gaiola, de madeira ou metal?

As gaiolas de madeira são mais bonitas, mais aconchegantes no inverno, e mais frescas no verão, porém, as gaiolas de metal são mais higiênicas, com maior facilidade para limpeza. As de madeira devem ser muito bem envernizadas, ficando calafetadas, não havendo assim espaços para alojamentos de piolhos (ácaros).

Os puleiros devem ser fixados em posições que, quando a ave defeque, não atinja cochos ou banheiras. É interessante que acima da bandeja com papel exista uma grade para que o pássaro ao descer no fundo da gaiola não tenha contato com as fezes ou comidas sujas, recurso só encontrado em gaiolas de metal.

Como devo higienizar uma gaiola que comportou um pássaro doente?

Considerando que a doença que causa maior preocupação aos criadores é a Isosporose, e é de fácil contágio entre os indivíduos, devemos fazer uma higiene específica. Trata-se de um protozoário, que quando no estado de oocisto tem resistência aos desinfetantes domésticos. Porém, não resiste a uma temperatura superior a 60°C. Após lavar a gaiola com água e sabão, despeje água fervendo, que você terá uma higiene absoluta.

Devo forrar a gaiola com jornal?

Não, pois a tinta do jornal contém chumbo, que é tóxico a qualquer animal. Forre sua gaiola com papel branco de boa absorção.

Banheira deve ser colocada todos os dias, mesmo no inverno?

Sim, o banho ativa a circulação sangüínea, somente cuide que em dias muito frios, a água pelo amanhecer é gelada, não podendo ser oferecida dessa maneira, devendo temperá-la para que fique fria. Procure não oferecer o banho ao entardecer, para que ele se seque totalmente antes de dormir. O banho é um sinal de saúde.

Devo lavar os puleiros da gaiola (freqüência e com que produto)?

Os puleiros não devem ser lisos, pois a ave desliza o pé, formando calos sob os dedos, causando dor e incômodo. Se for liso, raspe-o de ponta a ponta com uma serrinha de metal, ou mesmo com uma faca de serra, causando ranhuras para que a ave agarre melhor. Lave-o com água e sabão, e depois de seco passe-o na chama do bico de gás do fogão, sempre que notar sujeira.

Com que freqüência as aves trocam de pena?

Os filhotes fazem uma muda de pena aos 45 dias de vida, trocando a plumagem do ninho por uma plumagem mais bonita e brilhante. Por volta de 150 dias (pode adiantar ou atrasar, dependendo da época que o filhote nasceu), ocorre outra muda, geralmente no outono, a partir daí, uma vez por ano, sempre na mesma época. Os pássaros com diformismo sexual (machos com cores diferentes das fêmeas) ganham sua coloração definitiva na 3a muda (de 10 a 14 meses). É comum as aves pararem de cantar na muda, devendo voltar quando sua plumagem atingir brilho. Alguns pássaros fazem uma muda que não é completa (criadores chamam de repasse de muda) pela primavera. Os pesquisadores mais profundos chamam de muda pré-nupcial, pois todos pássaros que fazem esta muda acabam procurando o acasalamento. Uma condição de estress pode provocar uma muda fora de época.

A partir de que idade os pássaros começam a cantar?

Nós criadores, as vezes observamos filhotes de 20 dias de vida, ainda com a mãe, depois de alimentados dar o sinal de macho, evoluindo com o passar dos dias. Normalmente até a 2a. muda, os filhotes machos chulrriam ou engrisam, trata-se de um sub-canto, um período de aprendizado para o canto definitivo, que deve ocorrer após a 2a. muda. Temos conhecimento de alguns filhotes precoces que cantaram já com 60 ou 70 dias, o que não é normal.

É verdade que as fêmeas não cantam?

As fêmeas de um modo geral cantam um pouco no período anterior à criação; é curto, baixo e sem a mesma dicção dos machos.

Como deve ser o banho de sol?

De preferência pela manhã, pois terá um tempo maior de exposição. Uma saturação do tempo em exposição ao sol causa os seguintes sintomas: – abertura do bico. – aceleração do ritmo cardíaco (de fácil identificação visual). – abertura dos ombros em relação ao corpo. Para maior segurança, coloque sobre a gaiola, um pano ou um papelão que cubra metade da área, oferecendo sombra, pois o pássaro saberá melhor do que nós a hora de abrigar-se. Ao recolhê-lo troque a água do bebedouro e da banheira, pois pode ter esquentado. Lembre-se que as vitaminas expostas a luz intensa perdem suas propriedades, então ministre-as sempre após o banho de sol.